segunda-feira, 20 de outubro de 2014

Amor, eu estou grávida!
Grávida de um sonho que germinou dentro de mim.
Um sonho de vida e não de morte!
Um sonho de luta e não de sorte!

Ah, Amor! eu estou grávida!
Grávida da vida que escolhi
Do destino que resolvi seguir
E que um dia um fruto hei de parir!

Eu tenho a máquina dos sonhos!
E ela está dentro de mim!



Tai Gomes

terça-feira, 12 de novembro de 2013

Príncipe

Um cortês olhar
Uma luz  no sorriso
De quem quer te abraçar
E saber o que é preciso

No coração uma flor à entregar
Na solidão, o medo de amar

Um grande espelho de fácil diferença
Um lindo vermelho dos sentimentos em sentença

Não é à toa que da realeza ele vem
Mas, a grande riqueza é o que por dentro ele tem

Pois um verdadeiro Príncipe pode até ter ouro
Mas, tem o coração como seu verdadeiro tesouro

E ao chegar ele impõe respeito
E nem sabe o que me roubou do peito
Mas, aos poucos será certo dele encontrar
Meu coração e o lindo gosto de amar



segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

O Homem e os sentimentos


Há quem acredite nos sentimentos
E quem diga que mandamos neles
Mas na verdade, se formos atentos
Somos nós os dependentes deles

Todos os desejos que sentimos
Vem daquilo que nos faz falta
A saudade de quando partimos
E a vontade daquela chegada

Sim, por que não falar do amor?
Ele guia, e toma a decisão por nós
Domina a alma e o coração
Nos faz cantar feito curiós

Há também quem reclame
das idas e vindas da vida
para não ter que passar vexame
e confessar que estava perdida

Quem sabe um dia alguém decifre
o código dos sentimentos corretos?
para senti-los em determinadas horas
resgatá-los sem tomar foras
Deixar para trás os momentos incertos.


~* Tai Gomes * ~

quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

Venha o vinho!




Sei que me entrego aqui
Ao contar o que eu pedi

Garçom! dá um vinho pra mim
Pra fazer essa noite dizer sim!

Venha luz, ar puro e aconchego
Talvez aqui não tenha sossego

Quem sabe até queira um abraço
Pra afastar esse mal e o cansaço

Talvez eu queira até me cobrar
uma atenção interior íntima a zelar

E subiu na cabeça
Talvez eu esqueça

De tudo que deixei para trás


Que venha o vinho!
Um velho amigo não me deixará sozinho!



psd : Celino Bohemia - "Mais uma tarde que se vai"

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

A Despedida sem despedida


Procuro seus passos na estrada
Mas nada vejo
As ruas asfaltas e eu na escada
E assim bocejo

Se esperasse, raiz em mim nasceria!
Se eu corresse, eu nada encontraria!

Promessas a nossa caminhada
Todas despejo
E a derrota, em mim encarada
Cria o festejo

Se eu te encontrasse, te explodiria!
Se me namorasse, nda mais queria!

~* Tai Gomes * ~


Obs: Apenas o texto é de autoria minha, a imagem postada é de artista desconhecido.

terça-feira, 6 de setembro de 2011

Como te encontrar quando não estás...


A brisa da manhã é seu sopro em meu ouvido
O sol quente em minha pele é o seu corpo e o seu calor
Lembro-me dos sussurros com a natureza e seu zunido
Lembro-me dos momentos, das vaidades e do seu sabor

Passeio na rua e lembro da chuva
Da correria, do desejo e da vontade
Do desespero que me cai como uma luva
Pra eu lembrar que o melhor veio mais tarde

Te encontro ainda mais nos meus sonhos
Nos momentos que eu não posso controlar
Quando tudo é só seu e não temos planos
E a vida segue com preguiça de passar

Te encontro também na minha risada
Pois ela com você sempre foi maioria
Anseio a presença, e a sua chegada
E em tudo te vejo, te encontro na alegria


~* Tai Gomes *~

Obs: Apenas o texto é de autoria minha, a imagem postada é de artista desconhecido.

segunda-feira, 8 de agosto de 2011

Palavra


Palavra tem seu sentido
Mas, não só o de ser palavra
É como se tivesse nascido
De um pescador com o som do infinito
cansado do silêncio da sua jangada

É como números
que somados tem significação
É como ásperos
momentos de pura contestação

Quando autoritária
é uma arma para o seu detentor
Quando involuntária
Traz verdade e se impõe do jeito q for

A palavra transforma-se e cria
A/na mente de seu inventor
Traz dor, romance e alegria
quando solta resplandece e contagia
Faz do seu dono o seu senhor.


~* Tai Gomes * ~


Obs: Apenas o texto é de autoria minha, a imagem postada é de artista desconhecido.

sexta-feira, 27 de maio de 2011

Aquela menina

Bacana Bacana
Cabana de lá
Você me encontrar
escondido de cá

Me perde me encontra
Me sorri , me aponta
Não sabes menina
que eu quero te amar

Inocente não sente
a minha maldade
leveza na mente
transborda verdade

Não sabe, não cabe
Nas minhas palvaras
Beleza divina
não veres menina
que eu quero te amar

Mas vou na surdina
com a lua encontrar
a minha menina
que irei sempre
me apaixonar

~* Tai Gomes * ~

Obs: Apenas o texto é de autoria minha, a imagem postada é de artista desconhecido.

sábado, 7 de maio de 2011

Uma noitada

O que eu pretendo com você
é nada mais que um momento
nada que eu venha a ter lamento
de repudiar o teu prazer

Pode aparecer sem medo
E desejar estar comigo
Sem pensar em algum castigo
pode fugir depois bem cedo!

Beije-me por um segundo
desfaz o que tenho em mente
se doe como presente
me ganhe como se fosse o mundo

Pelos meus olhos me veja
não se culpe por mais nada
me dance como uma levada
sinta meu gosto e nele esteja

Quando se for esteja certo
Não marque sua caminhada
Deixe o destino ser como jangada
e saberei quando estiveres perto.

~* Tai Gomes * ~


quinta-feira, 28 de abril de 2011

O abandono

Ao menos uma vez me encontre
nem que seja para de longe te olhar
e mesmo que a ferida sangre
não te percebes o sabor de me abandonar?

Tu pensas que gosto do gosto
de não ter seu cheiro comigo
o sofrimento foi-me imposto
e a distancia tornou-se um castigo

Minhas palavras ficaram soltas
me deixaste sem explicação
minhas pernas desnudas e envoltas
sem caminho e ao menos um chão

Te aviso meu caro colega
és a falta que rege minha vida
nenhum anel o meu dedo se apega
esperando voltares da partida

~ * Tai Gomes * ~